Uso medicinal da maconha? Entenda como funciona o tratamento

Uso medicinal da maconha

No Brasil há mais de 4.500 pacientes que tiveram sua vida modificada para melhor depois de começarem o tratamento com cannabis medicinal legal para doenças incapacitantes, como epilepsia, esclerose, autismo e dores crônicas. Mas há outros milhares de pacientes no país que foram obrigados a recorrer a meios ilícitos para conseguir fazer uso medicinal da maconha com intuito de aplacar a sua dor e o seu sofrimento.

Continue essa rápida leitura (4 min aprox.), pois precisamos falar sobre essas pessoas, precisamos falar sobre o uso medicinal da maconha.

O tratamento médico com cannabis é considerado seguro. Não são raros os casos onde ele proporciona uma melhora impressionante na qualidade de vida das pessoas. Há incontáveis relatos positivos de pacientes diagnosticados com epilepsia, esclerose múltipla, dor crônica e muitas outras condições de saúde. 

O tratamento médico com cannabis pode aliviar os sintomas que tenho?

tratamento médico com cannabis pode aliviar os sintomas que tenho

A resposta inicial é sim. O tratamento médico com cannabis tem forte atuação como atenuante de sintomas, além de efeitos terapêuticos em diversos tratamentos. No entanto, todo tratamento médico requer o acompanhamento de um profissional da saúde. Para entender o que acontece com o uso de medicamentos à base de cannabis, segue um resumo.

O nosso organismo possui uma engrenagem que é ativada em contato com canabinoides, ou seja, com as substâncias encontradas na cannabis. Este é o sistema endocanabinoide presente em seu corpo e que, em contato com os fitocanabinoides, ou seja, com os canabinoides encontrados na planta cannabis, irão se conectar aos nossos receptores de mesmo nome.

sistema endocanabinoide 1

Dessa forma, serão desencadeadas ações benéficas para que a cannabis medicinal seja uma aliada a uma série de doenças, condições e sintomas. Podemos citar o câncer, o autismo, a Doença de Crohn, os tremores essenciais, entre muitos outros.

Isso significa que o tratamento médico com cannabis pode ser uma alternativa. Medicamentos com extratos da planta podem aliviar sintomas e atenuar diferentes condições de saúde. Você pode se beneficiar dos efeitos positivos da planta ao fazer uso dos produtos com derivados de cannabis, sempre com o acompanhamento de um médico prescritor.

Como funciona o uso medicinal da maconha

O principal extrato da planta usado em fins médicos é o canabidiol (CBD), que pode ser associado a outros canabinoides como o THC. Vale lembrar que há várias formas de consumir o CBD em benefício do organismo, como através de óleos, cremes, cápsulas, vaporizadores, dentre outras.

Tratamento com cannabis - Tabela CBD
Tratamento com cannabis - Tabela THC

Canabinoides: conheça o CBD

O canabidiol (CBD) é um dos mais de 100 canabinoides presentes na cannabis. Ele é responsável por alguns dos variados efeitos do uso terapêutico da planta. Seu consumo é não intoxicante, não causa dependência e seu padrão de segurança é considerado alto.

Nos últimos anos, a popularidade do CBD aumentou graças aos relatos de pacientes de diversos países que usam extratos de cannabis com altas concentrações dessa substância para o tratamento de epilepsias de difícil controle, em que o resultado clínico é comprovado por robustos estudos.

Esclerose múltipla, Parkinson, esquizofrenia e outras condições também são afetadas e podem ser tratadas com a utilização do CBD. Porém, é importante ressaltar e reconhecer que cada aplicação terapêutica desse componente da cannabis é suportada por diferentes níveis de evidência científica.

No Brasil, o CBD integra a lista C1 do anexo da Lei de Drogas desde janeiro de 2015, ou seja, está relacionada às substâncias de uso autorizado mediante controle especial.

Como funciona o CBD?

As principais ações controladas pelo sistema endocanabinoide, de forma resumida, são relaxar, comer, dormir, esquecer e proteger. Este sistema é responsável por regular a parte neurológica do corpo humano e influenciar uma série de processos fisiológicos, como a dor, a memória e reações imunes e alérgicas.

sistema endocanabinoide 2

O sistema endocanabinoide foi descoberto há apenas 25 anos e mostrou-se fortemente regulado por canabinoides de origem vegetal, como o CBD.

Como o CBD afeta o sistema endocanabinoide?

O sistema endocanabinoide responde aos canabinoides endógenos, produzidos no corpo humano. Durante a pesquisa, os cientistas descobriram que esse sistema também reconhece e responde aos canabinoides de fontes externas, incluindo o canabidiol. Essa ação conjunta desencadeia uma série de processos em nosso corpo, que podem ser muito úteis no tratamento de diferentes doenças e sintomas, sem efeitos colaterais aparentes.

As propriedades medicinais do CBD

Já foram identificados e estudados diversos benefícios relacionados ao uso do CBD no tratamento de variadas patologias, como:  

  • Analgésico
  • Anti ansiedade
  • Anti cancerígeno
  • Anti convulsivo
  • Anti depressivo
  • Anti inflamatório
  • Anti psicótico
  • Anti espasmódico
  • Imunossupressor
  • Neuroprotetor

Até aqui tem-se muito conhecimento sobre como o CBD pode ser um importante aliado da saúde humana. No entanto, mais estudos poderiam nos fornecer um nível ainda maior de evidência científica e ampliar ainda mais o leque de possibilidades de fins medicinais deste canabinoide.

propriedades medicinais do CBD

Sendo assim, você pode se perguntar: usar o canabidiol (CBD) em medicamentos serve para o que sinto? Fazer uso medicinal da maconha é para mim?

Para saber se o tratamento com cannabis é o ideal para a sua condição ou de algum conhecido ou familiar, cadastre-se gratuitamente no site parceiro Dr. Cannabis! Consulte um médico prescritor e conte com todo o apoio da plataforma para ter acesso legal a medicamentos à base de cannabis. Caso já tenha cadastro, encontre um médico prescritor ao acessar o seu perfil.

O médico prescritor é o mais indicado para informar posologia, administração e concentração dos canabinoides para o seu diagnóstico. Este profissional será quem acompanhará a evolução do seu tratamento médico com cannabis.

Fonte para este conteúdo: Dr.Cannabis

2 Comentários

  1. Regina Rita disse:

    D.r Marcelo eu sou a Regina mãe da Mônica,que já foi sua paciente,gostaria muito de sua ajuda, atualmente o remédio carnabidiol foi liberado ,estou muito confiante que a Mônica poderá fazer uso se Deus quiser,pois atualmente ela faz uso de vários médicos muito forte . são estes: Trileptol de 600 dois ao dia,frizium de 20 dois ao dia , Lamictal de 100 4 ao dia e o Queprra de 500 2 ao dia todos de manhã e a noite atualmente, ela tá sentindo difilcude na visão e dificuldade de andar ,segundo o médico este sintomas já não faz parte da Epilepsia de difícil controle (Refratária) É uma depressão importante . Ela está tratando com pisicologa,Mais segundo as pesquisas sobre este novo tratamento pessoas como no caso da Mônica que usas vários medicamentos convencionais,podem ser uma opção válida,gostaria muito de sua ajuda ,para ajudar a Mônica por favor,oq o senhor pode ajuda lá.?

    • Kaio disse:

      Olá Regina, como vai? Somos da equipe que cuida do site do Dr Marcelo. Peço que ligue para a clínica para conversar com o doutor. Este é o nosso telefone (32) 3218-6797 | 3215-8551. Espero ter ajudado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *