DIAGNÓSTICO DE DOR CRÔNICA: COMO SABER SE EU TENHO?

Obter o diagnóstico de dor crônica e o tratamento certo para você sempre começa com uma discussão com seu médico. Abaixo, você encontrará algumas etapas úteis que você pode seguir em direção ao alívio duradouro das dores.

A DOR É SEMPRE PESSOAL

Um dos maiores desafios da dor crônica: a dor de todos é diferente. Portanto, só você sabe o quão ruim é sua dor. Para muitas pessoas com dor crônica, um de seus maiores desafios é fazer com que outras pessoas entendam o que estão passando – até mesmo o próprio médico.

É por isso que um dos passos mais importantes para um alívio duradouro é ter uma conversa clara e informada – e ter essa conversa com o médico certo.

dor crônica

ENCONTRANDO O MÉDICO CERTO

Obter o diagnóstico e o tratamento certos para sua dor crônica sempre começa com uma discussão entre você e seu médico. Mas para muitas pessoas com dor crônica, isso não é tão fácil quanto parece. 

A dor crônica tem muitas causas, e todos sentem dor de maneira diferente. Por isso é importante encontrar um médico que possa oferecer toda a gama de opções de tratamento para sua dor crônica.

Aqui estão alguns profissionais de saúde a considerar quando você procura diagnosticar e tratar a dor crônica:

MÉDICO DE ATENÇÃO PRIMÁRIA

Um médico de cuidados primários geralmente é a primeira pessoa que as pessoas veem sobre dor crônica.

Embora procurar um médico de cuidados primários seja um bom primeiro passo, eles nem sempre estão preparados para tratar tipos avançados de dor e podem relutar em mudar os planos de tratamento, mesmo quando o seu não estiver mais funcionando.

Se você estiver consultando o seu médico de cuidados primários para tratamento da dor crônica e sua dor não desaparecer, considere pedir um encaminhamento a um especialista em tratamento da dor.

ESPECIALISTA EM GERENCIAMENTO DE DOR

Um especialista em gerenciamento da dor é um médico com treinamento especial no diagnóstico e tratamento da dor crônica. 

Seu principal objetivo é ajudá-lo a melhorar sua qualidade de vida, e eles costumam trabalhar como parte de uma equipe com enfermeiros, fisioterapeutas e profissionais de saúde mental.

Consultar um especialista em tratamento da dor é um passo importante para o tratamento bem-sucedido da dor crônica.

CIRURGIÃO

Se o seu especialista em controle da dor recomendar um tratamento avançado para a dor crônica, você pode ter um cirurgião como parte de sua equipe médica. 

Além dos procedimentos corretivos, existem procedimentos intervencionistas que servem como triagem antes de outros tratamentos mais avançados. Assim, o cirurgião poderá considerar um dispositivo de terapia da dor crônica, ou neuroestimulador, como parte do seu plano de tratamento. Um cirurgião também vai poder orientá-lo sobre os riscos e benefícios desses procedimentos.

Vale a pena reservar um tempo para se preparar para sua visita com seu especialista em tratamento da dor. Quanto mais você descrever e medir sua dor para o seu médico, melhor ele entenderá a causa e a melhor forma de tratá-la.

Aprenda mais sobre as maneiras importantes pelas quais você deve ser capaz de descrever sua dor crônica .